PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

FLASH MOBS

“Já que prefere este modo de comunicação, como vi hoje à noite uma psicóloga social intervir numa homem2informação sobre FLASH MOBS difundida pela SIC, não tenho outra alternativa senão fazer este comentário para lhe dizer que gostaria de saber qual a sua opinião sobre o assunto.
Anónima.”

Como, por acaso, entrei no blog e vi o comentário de uma anónima reproduzido anteriormente, tenho apenas a dizer o seguinte como resposta ao mesmo:
Tanto quanto sei, os «flash mobs» são uma espécie de anúncios, representações ou eventos muito «visíveis» ou «chocantes» que são utilizados para atrair intensamente a atenção das pessoas. É uma publicidade forte e intensa para atrairpqsp2 gente tal como acontece com os desfiles de modas, etc.
Pode, eventualmente, não ser muito duradoura mas, enquanto durar, pode dar bastante proveito.
São uma espécie de traumatismo positivo, que deixa a pessoa satisfeita e com vontade de seguir o exemplo.
Se víssemos um anúncio ou informação de que algumas pessoas tinham ganho o euro milhões numa determinada casa da sorte de Lisboa, quantos não iriam a essa casa para aproveitar «a boa onda»? É o reforço vicariante que funciona, impulsionando-nos para um comportamento que também nos possa ocasionar alguma alegria e proveito.

Do mesmo modo como existe o reforço positivo e negativo, existe também o traumatismo positivo e negativo, pressupondo que Biblioo traumatismo é um facto ou assunto que nos choca, para o bem e para o mal. Tanto pode chocar num sentido positivo como sermos premiados numa lotaria, concurso ou qualquer outra coisa de que gostamos imenso, como num sentido negativo, como por exemplo, sermos multados ou ficarmos com a casa destruída ou sermos abalroados por um condutor sem escrúpulos que nos deixa estendidos no meio da estrada.
Os que, sem esperar, ganham o euro milhões ou outro prémio chorudo não ficam «traumatizados», isto é «chocados» ou «super-contentes»? E aos que são mortalmente abalroados no meio duma passadeira para ficarem paralíticos durante o resto das vida não acontece o mesmo em sentido contrário?
Para não nos alongarmos muito, se a Cristina fosse «educada» com a aprendizagem de confronto com traumatismos negativos mario-70
a serem enfrentados e ultrapassados com sucesso e positivos que pudessem ocasionar-lhe motivação para o sucesso, provavelmente, a sua vida de profissional seria diferente daquela que teve até aos 25 anos e o seu sucesso profissional ter-se-ia iniciado mais cedo do que aconteceu.

Já leu os comentários?

Ver post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVOarvore

de cada livro editado em post individual

Blogs anteriores:

PSY FOR ALL (desactivado) [http://www.psyforall.blog.com]

PSICOLOGIA PARA TODOS [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Anúncios

Single Post Navigation

One thought on “FLASH MOBS

  1. Anónima on said:

    Gostei desta explicação, especialmente relacionada com os traumatismos positivo e negativo acerca dos quais nunca tinha pensado.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: