PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

RESULTADO DE UM ACONSELHAMENTO

O e-mail prometido e enviado pela D. Júlia é tão extenso e importante que resolvo publicá-lo, com a autorização dela, num Biblionovo post, mas só na parte mais importante:

“…
Já tinha começado a ler um livro que me foi emprestado logo que o post Dificuldades com os Filhos foi publicado no dia 9 de Maio e, quando recebi os outros, enviados pelo correio, não parei de os consultar.
Porém, o mais interessante foi o meu marido, no dia seguinte à conversa elucidativa que tive com ele, dizer-me que queria falar imediatamente com o filho que, por acaso, estava perto de mim. mario-70
O telefonema demorou muito mais do que meia hora, coisa que nunca acontecia comigo que, ao fim de 10 minutos ficava com a conversa em dia.
No fim desse telefonema, o filho disse-me que o pai já tinha desligado e que falaria comigo no outro dia. Pareceu-me que o filho estava bastante impressionado.
Meteu-se no quarto, andou a mexer nos livros e deitou-se cedo. No dia seguinte, mal voltou das aulas, foi estudar. Parou à hora do jantar e recomeçou a estudar até à hora de ir para a cama. Nem TV nem outras distracções. Psicologia-B
Quando, no outro dia, telefonei ao meu marido, ele perguntou-me se tinha notado alguma alteração no comportamento do filho. Disse-lhe que o rapaz estava anormalmente a estudar.
O meu marido então aconselhou-me que o incitasse a estudar e que lhe fizesse lembrar que dependia só dele: passar de ano ou chumbar e ir trabalhar de imediato. Pediu também que vigiasse o seu comportamento e que o informasse disso.
Contou-me depois a conversa muito dura que tivera com o filho, fazendo-lhe ver que o sacrifício que ele estava a fazer ficando longe da família não era para um filho, com boas capacidades Interacção-B30intelectuais demonstradas durante os anos anteriores, estar a chumbar sem qualquer razão válida. Se isso acontecesse, seria por culpa dele e, por isso, teria de ir trabalhar de imediato. O pai estava à espera que ele tirasse um curso superior mas, se isso fosse impossível, nada mais havia a fazer.
Disse-me que no dia anterior tinha anotado todos os assuntos que deveriam ser abordados com o filho e dos quais eu falara ao telefone. Também tinha passado a noite, quase em branco, com o papel das anotações na mão, a imaginar o modo de abordar todas as questões. Por isso, tinha demorado um tempo imenso a falar com ele. Como lhe parecera que o filho estava impressionado, insistiu nesses pontos e disse-lhe que não podia falar com ele todos os dias porque os telefonemas eram Imagina-Bcaros e eles tinham de poupar, para o pai não ficar mais tempo longe da família. Ele que conversasse melhor com a mãe que estava a par de tudo. Era uma coisa que o filho, com a idade que tinha, deveria compreender. Como ele regressaria quase em definitivo na época das férias, iria falar com um amigo que tinha uma fabriqueta onde o filho poderia ficar a estagiar de dia, passando a frequentar as aulas de noite, caso isso fosse necessário.
O filho não abriu a boca nos últimos 15 minutos e, anteriormente, justificou-se com a dificuldade das matérias.
Depois de conhecer o telefonema do pai, compreendi melhor o apertão que ele lhe deu, O rapaz deve ter Joana-Bficado assustado porque, nos dias seguintes, nunca mais deixou de estudar e já posso dizer que teve notas positivas nas provas que fez logo de seguida e que já estavam atrasadas. Isto não acontecia há quase um ano.
Quando contei ao meu marido o que estava a acontecer, disse-me que não admitisse que ele deixasse de estudar e que o elogiasse de cada vez que ele apresentasse uma boa nota. Se a nota não fosse boa, era necessário fazer-lhe lembrar que com um pouco mais de esforço ele poderia vencer. Na vida é necessário conquistar tudo e o pai estava a conquistar algum dinheiro para deixar a família bem, e o filho melhor do que os pais.Acredita-B
Ele não podia desistir agora. Seria o fim de tudo.
Agora que estamos no fim das aulas, com as notas que teve nas provas, parece-me que os resultados finais do filho vão ser bastante satisfatórios.
Nunca mais se preocupou em arranjar companhias fora de casa para «andar por aí fora». Está mais amigo da família e, voltou a ver a TV de vez em quando.
Fiquei pacientemente à espera de tudo isto e por isso, demorei em fazer o comentário e enviar este e-mail pormenorizado.
Nunca imaginei que um raspanete, dado à distância, e uma ameaça de ter de ir trabalhar imediatamente, Consegui-Bdessem tamanho resultado. Julgo que também tudo depende das circunstâncias e do momento adequado. O pior é nós não estarmos preparados para os aproveitar.
O livro que mais me ajudou foi «JOANA a traquina ou simplesmente criança?»

 Ainda bem que tudo se resolveu e espero que no futuro as coisas corram melhor.
…..
Júlia

Já que a Júlia deixou aqui o seu testemunho, quem quiser, que aproveite.arvore

Já leu os comentários?

Ver post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO
de cada livro editado em post individual

Blogs anteriores:

PSY FOR ALL (desactivado) [http://www.psyforall.blog.com]

PSICOLOGIA PARA TODOS [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui

Anúncios

Single Post Navigation

3 thoughts on “RESULTADO DE UM ACONSELHAMENTO

  1. Faço só hoje este comentário porque consegui um trabalho aos fins-de-semana, motivo porque não fui à palestra do último Domingo. Falei já com uma amiga que assistiu e fiquei satisfeita com o que ela me disse.
    O meu filho vai passar de ano e quer tirar o curso de engenharia informática.
    O meu marido volta só em fins de Agosto e vai ficar por cá a trabalhar com o amigo que se tinha disponibilizado para ajudar o filho se ele chumbasse.
    Espero que me mande os livros que forem saindo, com porte pago pelos CTT, para o endereço que já forneci.
    Estou e reler os livros. Nunca imaginei que um raspanete dado duma determinada maneira, a tempo e horas, produzisse tantos resultados.
    Obrigada por tudo.
    Júlia.

  2. O seu aconselhamento está a dar resultado mas parece que eu é que não estou a aguentar. Devo estar a necessitar de apoio psicológico que só vou conseguir quando tiver dinheiro para isso. De qualquer maneira obrigada.

  3. Agradeço que envie para o mesmo endereço o livro da JOANA e o Eu Também CONSEGUI! que são solicitados por uma colega de trabalho que tem uma filha adolescente de 18 anos e parece que avariou da cabeça, de repente, este Verão. Obrigada pela ajuda.
    Júlia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: