PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

AJUDA A UMA NOVA PROFESSORA

Acabamos de ler o comentário feito por uma Anónima no post BULLYING, de 16 de Março deste ano, transcrito a seguir a Psicologia-B
itálico negro
, e vamos dar a nossa opinião sobre os factos a que se refere.

“Sou professora acabada de nomear para uma escola do 2º ciclo numa cidade pequena.
Fiquei ligeiramente confusa com o comentário do CãoPincha.

Pode-me dar algumas sugestões para evitar o bullying nas minhas turmas?
Toda a ajuda é bem-vinda porque é o primeiro ano que vou leccionar.

Antes de tudo, devemos dizer que hoje, cerca do meio-dia, estivemos a ver, por acaso, o programa da manhã da SIC e ouvimos o ex-Inspector da PJ, Paulo Cristóvão falar em “simulacros de crimes” em que estiveram envolvidas muitas Saude-Bcrianças. Ele explica muito bem o modo como as pessoas, seja qual for a idade, necessitam às vezes, de «fabricar» eventos em que elas próprias possam estar envolvidas, mas que mostram a sua necessidade de se auto-valorizarem. São défices na estruturação e equilíbrio da personalidade.
Na parte da tarde, no programa Vida Nova, um ventríloquo dizia que o seu filho de 6 anos ouvia melhor os conselhos dados pelo «boneco» do que pelo pai, sabendo até que a voz do «boneco» era a do pai.

Em segundo lugar, aconselhamos a senhora professora a consultar quase todos os posts do nosso blog e, em especial:Interacção-B30
* História do nosso blog, sempre actualizada (17NOV09)
* Frustração (04FEV10)
* Punição (26FEV10)
* Diagnósticos 4 (19ABR10)
* Diagnósticos 6 (21ABR10)
* «arregarçar as mangas» (27ABR10)
* Dificuldades com os filhos (09MAI10)Maluco2

Só por estes posts vai verificar que muito daquilo que acontece pode ser originado por uma atitude e comportamentos consequentes pouco adequados para uma sala de aula, especialmente nos tempos actuais; tanto dos alunos como dos professores, corroborados por pais «ausentes» e por regulamentos irrelistas.
Pode também consultar o post  de 1 de Outubro de 2008, A PEDAGOGIA EM PORTUGAL, do meu  anterior blog PSICOLOGIA PARA TODOS.  

Em terceiro lugar, podemos dizer que, sendo uma professora nova, seneuropsicologia-B gostar da sua profissão e quiser continuar por muitos e longos, têm de se adaptar às circunstâncias e «criar uma carapaça» que a ajude a viver no meio duma quantidade de crianças, muitas das quais, não têm um ambiente familiar favorável para o desenvolvimento harmonioso da personalidade, sendo outras contaminadas por esta variável no seu contacto do dia-a-dia, como o «boneco» da Vida Nova do qual já falámos.

Em quarto lugar, têm de compreender que quase toda a sociedade «empurra» para cima dos professores a «carga» de controlar o comportamento dos alunos em qualquer escola, deixando de fora os pais e a restante sociedade que as socializa em moldes completamente diferentes daquilo que deve ser um comportamento adequado numa sala Acredita-Bde aula: sem autoritarismo dos professores e sem rebeldias inexplicáveis dos alunos.

A propósito de factos verificados nas escolas:
— Qual a razão dos telemóveis não estarem desligados e guardados durante as aulas? (sejam dos alunos, sejam dos professores).
— Qual a razão de ter sido necessário proibir o «fumo» em espaços fechados para que muitos professores deixassem de fumar na sala de aula? Não o poderiam ter feito antes? Alguns, em certas circunstâncias, não poderiam deixar de colocar os pés, com os sapatos calçados, em cima da mesa?!!
— Qual a razão de muitos professores não tentarem «dialogar» com os alunos antes de exibirem um comportamento de Difíceis-Bsuperioridade e de autoritarismo? Cada um dos dois intervenientes deve saber o lugar que ocupa numa sala de aula. Os dois desempenham os seus papéis naquele cenário.
— Para isso, serve a nossa preocupação da «educação» que deve ser dada, tanto em casa como na sociedade, pelos pais e pelos restantes elementos da comunidade através do exemplo das suas condutas. O Presidente da Associação CONFAP, Dr. Albino Pinto de Almeida, tem muita razão naquilo que diz acerca disso.

Em quinto lugar, devo dizer que compete aos professores, mais do que aos alunos, conseguir relaxar e manter a calma antes de começar a reagir. Para isso serve o relaxamento instantâneo.Consegui-B

Por último, posso dizer que o mal de não conseguir desempenhar um lugar com a eficácia necessária não é um atributo que aflige só os professores. A Cristina (Como «EDUCAR» Hoje) e a Cidália (Eu Também CONSEGUI!) também seriam fortemente prejudicadas se não aprendessem a fazer esse relaxamento. A primeira tinha de contrariar os defeitos da sua educação, enquanto a segunda necessitava de contrariar as dificuldades familiares às quais ficou sujeita no início da sua carreira profissional.

Por fim, além dos livros indicados no post LIVROS DISPONÍVEIS, posso dizer que, em breve, será publicado um outro livro,Joana-B PSICOLOGIA PARA TODOS, que engloba muitos dos aspectos dos nossos comportamentos e da ciência psicológica.
Enquanto este livro não tiver sido publicado, pode socorrer-se de JOANA a traquina ou simplesmente criança?

A senhora Professora tem de ler muito e integrar-se na matéria tão complicada que é o comportamento e o relacionamento humanos, entendendo bem o que é a atribuição, o reforço, a punição, a frustração e possíveis reacções, a dissonância cognitiva, a modelagem, a moldagem, a facilitação social, o comportamento em grupo, etc. que estão explanadas, com indicação de bibliografia, em muitos dos posts já publicados e mencionados em neuropsicologia-BHistória do nosso blog – sempre actualizada (17NOV09)”

Esperamos que tenhamos conseguido ajudar minimamente a reduzir as suas dificuldades e, se depois de proceder a todas as leituras, necessitar de informações mais específicas, ficaremos à espera de comentários neste post.

Boa sorte com as aulas, assim como em toda a sua vida.

Já leu os comentários?arvore

Ver post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO
de cada livro editado em post individual

Blogs anteriores:

PSY FOR ALL (desactivado) [http://www.psyforall.blog.com]

PSICOLOGIA PARA TODOS [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui.

 

Anúncios

Single Post Navigation

5 thoughts on “AJUDA A UMA NOVA PROFESSORA

  1. CãoPincha on said:

    Já verificaram que com o nosso comentário no Bullying conseguimos desencadear uma reacção interessante?
    Oxalá que a nova professora tenha bom proveito!
    CãoPincha

  2. Professora anónima on said:

    Obrigada pelas informações dadas neste poste, a meu pedido. Já li também outros que foram mencionados e mais alguns. Agradeço que me envie à cobrança o livro da “Joana”, bem como o “Psicologia para Todos”, logo que seja publicado.
    O endereço vai para o e-mail e mais uma vez muito obrigada.

  3. Outra professora on said:

    Li este post que me serviu de referência para o voltar a consultar, bem como diversos outros, quando iniciar o ano lectivo com alunos do 3º ciclo.

  4. Anónima A on said:

    Quando li este poste gostei da ajuda dada a uma professora. No meu caso, será possível obter alguma?
    Tenho 18 anos e acabei o 12º ano com 11 valores e não sei o que fazer. Os meus pais, com mais de 50 anos, dão-se muito mal e o mal-estar é muito visível, embora não se agridam à minha vista. Aparentemente muito civilizados, não se suportam nem se separam. Tudo isto faz-me supor que se suportam mutuamente por minha causa. A situação financeira dos pais não é má mas, se houver uma separação, com quem fico eu? Fazem-me as vontades quase todas menos a de se darem bem, da facto,um com o outro. Já nem consigo pensar no caminho que devo seguir no futuro. A minha situação em casa dos pais é cómoda mas desagradável. Não posso continuar assim. Não consigo optar por qualquer curso sem a concordância dos pais. Se tiver algum namoro o que será? Não sei o que fazer.
    Chame-me Anónima A.

  5. No início do ano lectivo, este poste pode dar ajuda a muitos professores novos. E porque não aos mais velhos? E se os pais também o consultassem não seria mau.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: