PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

PSICOLOGIA PARA TODOS – 1

Caro Sr. Anónimo,Psicologia-B
Tendo utilizado o post RESPOSTA 17, dada a D. Maria Correia, para fazer o comentário em que lhe respondi, vou transcrever, quando puder, em 10 posts numerados, sempre com este título, o capítulo GRATIFICAÇÕES e PUNIÇÕES de livro ainda não publicado, também com o mesmo título que dá nome ao post.

GRATIFICAÇÕES E PUNIÇÕES

Supomos que é desnecessário tornar a definir o que são uma gratificação e uma punição. Enquanto a primeira produz Joana-Bsatisfação, a segunda ocasiona desagrado.
Porém, uma gratificação será sempre gratificação para todos e, até para a mesma pessoa, continuará sempre como tal em quaisquer circunstâncias? O mesmo se pode dizer da punição.

GRATIFICAÇÃO E OS SEUS BENEFÍCIOS
Tudo o que é agradável torna-se gratificante. Porém, uma determinada gratificação terá sempre o mesmo efeito em toda a gente e em qualquer momento?
Suponhamos que vejo um rapaz deveras faminto, no meio da rua, a pedir esmola e dou-lhe o último euro que tenho no bolso. É provável que esse euro seja gratificante para o rapaz naquele momento e que lhe ocasione imensa satisfação por poder comprar Saude-Bum pão (antecipação do reforço) e comê-lo de imediato (reforço positivo primário). Esse mesmo rapaz não sentirá qualquer satisfação, se lhe der 1 euro no dia em que tiver almoçado bem e desejar comer um gelado muito mais caro. Até se pode sentir punido caso esteja habituado a comer gelados à sua vontade e, nesse dia, não tiver dinheiro para os comprar.
A propósito da aplicação prática das gratificações e punições na educação e no sucesso escolar vale a pena consultar outras publicações ou, pelo menos, as mencionadas (C), (D), (E), (G), (H), (I), (J), (L) no capítulo “RESUMO DO CONTEÚDO DOS LIVROS INDICADOS”, no final deste livro.
A gratificação e a punição situam-se num contínuo e, muitas vezes, algo que numa ocasião específica foi gratificação, em Psicopata-Bcondições diferentes, pode transformar-se em punição e vice-versa.
Um outro parâmetro que temos de tomar em conta em relação à gratificação, é o da saciação.
Quando a gratificação é excessiva torna-se tão enfastiante que pode ser punitiva.
gratificação —– onde começa e onde acaba? —– punição

Já leu os comentários?

Clique em BEM-VINDOS

Ver post LIVROS DISPONÍVEISarvore-2

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO
de cada livro editado em post individual

Blogs relacionados:

TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS [http://livroseterapia.wordpress.com/]

PSICOLOGIA PARA TODOS (o antigo) [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post ini-cial “HISTÓRIA DO NOSSO BLOG – sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são fei-tos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui

Anúncios

Single Post Navigation

One thought on “PSICOLOGIA PARA TODOS – 1

  1. Nunca tinha pensado na ligação estreita entre a gratificação e a punição.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: