PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

RESPOSTA 25

No comentário feito no post ACONSELHAMENTOS 2, respondi que iria transcrever, em dois posts, aAcredita-B

NOTA INTRODUTÓRIA

do livro ACREDITA EM TI SÊ PERSEVERANTE (B), para explicar como se pode fazer
uma autoterapia ou co-terapia e a razão porque de se tornar mais económica, mais acessível e confortável.

Eis a continuação da Resposta 24, dada ontem.

Por isso, o elemento mais importante neste jogo da psicoterapia é o próprio. Na generalidade, quando a «doença» oumario-70
o desequilíbrio do comportamento «acontece» é, às vezes, docemente «acalentado» pelo próprio, ou por alguns «profissionais», às vezes até com medicamentos, para se transformar num empecilho ou fardo para a vida de quem sofre este tormento.

Muitos dos anúncios e informações que abundam nos meios de comunicação social e até na boca de diversos «amigos», são a causa da alienação de várias pessoas que necessitam de um apoio eficaz em determinada fase da sua vida, mas que não o conseguem ficando defraudadas financeira e psicologicamente porque desconhecem os mecanismos básicos do comportamento.Biblio

Para exemplificar tudo isto com alguns factos ocorridos nos últimos trinta anos, lembramo-nos de:

1. Uma criança que cegou aos 5 anos de idade foi levada pela mãe a um «milagreiro» nas Filipinas a fim de ser operada através das mãos. Quando regressou, sem recuperar a visão nem sentir quaisquer melhoras, a mãe já não tinha dinheiro, cerca de um décimo da quantia elevadíssima já despendida com a viagem e alojamento, para solicitar os serviços de especialistas que pudessem ajudar a criança a adaptar-se à realidade do momento, superando ou minimizando o mal da cegueira.Consegui-B

2. Uma administrativa em estado de depressão profunda, depois de cinco anos de tratamento medicamentoso nos hospitais, resolveu consultar três especialistas famosos só para obter um diagnóstico que confirmou o seu estado de depressão com necessidade de psicoterapia. No final, esta senhora não tinha dinheiro para pagar o tratamento porque tinha despendido inutilmente com as últimas três consultas, o equivalente a cinquenta sessões de psicoterapia.

3. Um homem «classificado» como maníaco-depressivo, com internamentos hospitalares e medicação durante quinze anos, Maluco2quis ser tratado através da hipnose quando viu nos meios audiovisuais os quase «milagres» de alguém que se intitulava especialista em «hipnoterapia». Contudo, por sorte sua, não conseguiu passar nos primeiros testes desse «especialista» e ficou livre de ser ludibriado. Porém, quando um psicoterapeuta lhe propôs fazer uma psicoterapia que exigia a sua inteira colaboração desistiu, porque achou que a psicoterapia devia ser feita apenas pelo psicoterapeuta e sem a mínima colaboração do doente ou paciente.

4. Uma senhora, em circunstâncias quase semelhantes, além de diagnosticada como oligofrénica, tinha conseguido ludibriar o marido durante alguns anos, mantendo relações sexuais com outra pessoa e continuava, no momento, a ter um novo relacionamento do qual o marido não tinha nem devia ter conhecimento. Confrontando o diagnóstico com o início Psicopata-Bdessa «doença», quase no momento da «infidelidade conjugal», é de admirar a capacidade da paciente ter conseguido «enganar» eficazmente o marido, uma pessoa caseira, que passava bastante tempo com a família, embora o seu trabalho estivesse sujeito a turnos de noite e ele se excedesse, de vez em quando, nas bebidas alcoólicas. Esta senhora desejava manter o seu «statu quo» conjugal e «exigir» que o psicoterapeuta fizesse desaparecer, como por milagre, as suas crises de depressão e euforia, sem ter de alterar o «relacionamento conjugal» e sem se sujeitar à medicação, cada vez menos eficaz à medida que o tempo passava.

Muitos mais casos poderiam ser enumerados para se verificar que em qualquer deles, cada um podia fazer algo a seu favor a fim de «fugir» ao pesadelo suportado, pelo menos, durante vários anos. Para um esclarecimento melhor, vale a Psi-Bem-Cpena ler o capítulo Os Pesadelos da Cristina do livro PSICOTERAPIAS BEM SUCEDIDAS – 3 casos (L). Nele se explicam como existem quase três milhões de pessoas que não conseguem ter qualquer apoio psicológico do qual necessitam e que não o poderão obter se nada fizerem por si próprias.

Por isso, esclarece-se que este livro destina-se essencialmente aos que desejam preparar-se para evitar um desequilíbrio psicológico, bem como aos que não tendo outros meios de fazer uma psicoterapia convencional, querem sentir melhoras ou tornar a sua psicoterapia mais rápida, duradoura e eficaz.

Já leu os comentários?arvore-2

Clique em BEM-VINDOS

Ver também o post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO
de cada livro editado em post individual.

Blogs relacionados:

TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS [http://livroseterapia.wordpress.com/]

PSICOLOGIA PARA TODOS (o antigo) [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui.

Anúncios

Single Post Navigation

2 thoughts on “RESPOSTA 25

  1. Anónimo on said:

    Se o próprio não puder fazer aquilo que está a dizer nestes postes que já li?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: