PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

REEDUCAÇÃO DE DEFICIENTES 2 (republicado)

Em 28 de Abril de 2012, uma Anónima fez o seguinte comentário no post RESPOSTA 18:neuropsicologia-B

“Lendo este poste fiquei um pouco aflita porque não tenho dinheiro para consultar psicólogos particulares e os que estão nos agrupamentos escolares não podem fazer os exames de que a minha filha necessita.  Haverá alguma coisa que possa fazer por mim própria?

Como não tenho elementos suficientes de avaliação dos condicionalismos existentes, do ambiente e das capacidades do rapaz para dar uma resposta mais condicente com a situação, vou transcrever um post feito em 2009 no blog PSICOLOGIA PARA TODOS, no qual a D. Fernanda Lima, em 10 de Outubro de 2009 dizia (sic):Psicologia-B

“O meu filho, com 6 anos, apresenta dificuldades escolares e não sei o que fazer. Não consegue pronunciar muitas palavras e nem todas ficam bem pronunciadas. É irrequieto no seu comportamento e não consegue executar certos pedidos parecendo que não os entende. Uma vizinha disse que ele pode ser deficiente e aconselhou a ir a um psicólogo. O meu filho mais velho, de 16 anos, disse que eu vos podia perguntar o que fazer sem ter de pagar, porque as minhas dificuldades financeiras são grandes. Posso ter alguma ajuda?”Interacção-B30

D. Fernanda Lima,

Acabei de ler o seu comentário, o qual prefiro a um e-mail, e vou tentar dar-lhe uma resposta rápida e resumida para satisfazer a sua provável dificuldade.

O conselho da sua vizinha de levar o seu filho a um psicólogo parece-me sensato e pelas poucas informações que a senhora me acabou de dar, julgo que ele não esteve em qualquer infantário. Senão, penso que já teria sido detectado Saude-Bqualquer défice que ele possa ter. Não era assim nos meus tempos, mas agora, quase todas as escolas anunciam que são acompanhadas por psicólogos. Se o seu filho não esteve em qualquer infantário, como presumo, parece-me importante que a senhora saiba observá-lo com cuidado, quer para tomar as medidas que ache necessárias, quer para poder dar ao psicólogo as informações devidas para que a avaliação dele seja mais rápida e facilitada pelos esclarecimentos prestados. Além disso, mesmo que vá ser observado agora por um psicólogo, a sua acção em casa pode ser muito importante e facilitadora em todo o processo de reeducação, caso seja necessário.

Não consigo dar-lhe mais informações sem observar o seu filho, mas um dos meus antigos casos com crianças deficientes, Psicopata-Bapoiado em 1977, pode servir de guia como resposta ao seu pedido reforçado pelo seu filho mais velho. Porém, como me parece que está a consultar os blogues, por si ou através do seu filho, aconselho a, antes de tudo, ver os meus posts:

Reforço do Comportamento Incompatível, de 20 de Agosto de 2008;
Dificuldades no Comportamento, de 20 de Agosto de 2008;
Modificação do Comportamento, de 26 de Agosto de 2008;
Dislexia, de 5 de Setembro de 2008;
O Valor do Reforço, de 16 de Janeiro de 2009.Maluco2

Se quiser, pode também consultar o post A Pedagogia em Portugal, de 1 de Outubro de 2008.

Enquanto não tivermos publicado NEUROPSICOLOGIA NA REEDUCAÇÃO E REABILITAÇÃO (I) e PSICPOLOGIA PARA TODOS (F), especificamente necessários para a situação do seu filho, aconselho que leia, em primeiro lugar, com muito cuidado: REEDUCAR COMO? (páginas 75 a 88), da Plátano Editora. Em seguida, leia o resto desse livro ou releia-o e tire daí as suas conclusões a fim de poder observar melhor o seu filho, como se não fosse seu, tal como nós (os técnicos) o fazemos.Difíceis-B

Leia depois outros dois livros, também da Plátano: SUCESSO ESCOLAR e APOIO PSICOPEDAGÓGICO, a fim de poder descobrir se pode fazer algo para alterar a situação actual.
Se necessário, consulte também os 5 volumes de COMO MODIFICAR O COMPORTAMENTO, da Plátano.

Envolva o seu filho mais velho em todo este processo porque, sendo jovem e sensato, pode dar alguma ajuda substancial. O rapaz do «caso» acima mencionado melhorou bastante quando teve a ajuda dos pais. Quando, ao fim de um ano do meu apoio, os pais «se esqueceram» de tomar parte na reeducação, esse rapaz piorou apesar de estar a Acredita-Bfrequentar uma escola especial. Agora, já adulto, fica sentado na varanda da sua casa a menear-se para frente e para trás.

Julgo que, por razões óbvias, não proponho a ajuda do seu marido.

Para a consulta dos livros, se ninguém lhos puder emprestar (por exemplo, Bibliotecas Municipais), pode socorrer-se das livrarias mais conhecidas ou, de preferência, utilizar a internet onde a Plátano tem a sua página. Cada livro, dos sete que indiquei, deve custar,cerca de 10 euros ou menos. Uma primeira consulta não deve ficar por menos. Depois, terá os exames e as avaliações e, se necessária, a reeducação.Consegui-B

Dou-lhe estas informações, com urgência, porque me parece estar com certa pressa e surpreendida com a situação que não deseja ver prolongar-se por muito tempo. Por isso, garanto que a participação dos pais é extremamente importante. Leia com atenção o desfecho desse «caso». Se não tiver de consultar um psicólogo ou necessitar dele como apoio suplementar, vai ser extremamente económico em tempo e em finanças. Fico aguardando notícias sobre o desenrolar dos acontecimentos. Leia também a experiência do Antunes que, com a ajuda em psicopedagogia dada à filha, a criança tornou-se uma das melhores alunas da turma,  melhorou o desequilíbrio emocional da mulher ao mesmo tempo que tornava o Depressão-Bseu estado de saúde muito mais equilibrado.    

Boa sorte.  

Já leu os comentários?

Clique em BEM-VINDOS

Ver também o post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVOarvore-2

de cada livro editado em post individual.

Blogs relacionados:

TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS [http://livroseterapia.wordpress.com/]

PSICOLOGIA PARA TODOS (o antigo) [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui.

Anúncios

Single Post Navigation

2 thoughts on “REEDUCAÇÃO DE DEFICIENTES 2 (republicado)

  1. Anónima, amiga duma sua conhecida. on said:

    Visitei este blogue e gostei de algumas coisas que disse sobre reeducação.
    Estou ligeiramente desorientada e gostaria de saber para que serve a psicopedagogia ou a reeducação e quando é que se devem utilizar esses serviços porque tenho um problema em relação ao meu filho de 10 anos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: