PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

RELAXAMENTO 4

Ontem à tarde, um rapaz conhecido que gostaria de avançar para uma licenciatura – insistiu que não era igual à do RelvasConsegui-Bcom muitos trabalhos práticos, disse-me que estava aflito porque, no serviço, o colega não lhe facilitava a troca de horários.

Quando lhe respondi que devia fazer relaxamento, que ele já conhecia e
tinha praticado, e pensar na sua situação, pondo os pós e os contras para tentar obter uma solução menos insatisfatória do que a actual, respondeu-me que já tinha ligo “Eu Também CONSEGUI!” (C) e que isso não o devia ajudar.

Aconselhei-o a ler pelo menos os três posts dedicados, neste blog, ao Relaxamento e agora, vou transcrever as páginas 109 e Psi-Bem-C110 do livro PSICOTERAPIAS BEM SUCEDIDAS – 3 casos (L) relacionadas com o Caso da Germana para o ajudar compreender o que mais uma pessoa fez para resolver a sua situação.

“Quando ao fim de uma semana voltou ao meu consultório, para a segunda consulta, a Germana disse-me que tinha dificuldade em praticar sozinha o relaxamento e que a leitura a deixava bastante tensa e com a ideia de que nunca conseguiria fazer o que acabara de ler. Expliquei-lhe que, de facto, nunca conseguiria fazer tudo aquilo que desejasse e que isso era um bom sinal. Era indicativo de que tinha ambições e desejava progredir. Desde que não sejam utópicas, as ambições de melhoria ou de progresso são boas. Se conseguirmos tudo, paramos e não progredimos. Para progredir, temos de desejar avançar porque não estamos satisfeitos com o que temos ou com Biblioo local onde estamos. A ambição e a «revolução» são sempre necessárias e inerentes à natureza humana saudável, desde que não sejam exageradas e irrealistas. Por isso, querer um pouco mais ou melhor do que aquilo que temos, é importante e impulsiona-nos para o progresso.

Ajudei-a a fazer o relaxamento com as simples contracções musculares. Expliquei-lhe que necessitava de fazer apenas este relaxamento, enquanto pudesse, antes de conciliar o sono. Não devia preocupar-se se sentisse sono antes do momento em que deveria concluir os exercícios de relaxamento. Não tinha necessidade de orientar os pensamentos mas devia tomar nota de tudo aquilo de que se lembrasse, por mais insignificante ou disparatado que lhe pudesse parecer. Expliquei-lhe que aquilo que nos parece sem nexo ou sentido serve, muitas vezes, de base Acredita-Bàs hipóteses de trabalho que nos orientam para a pesquisa de profundidade que é necessário fazer na «alma humana», isto é, no não consciente. Disse-lhe que os factos dolorosos são, quase sempre, afastados da nossa consciência quer porque nos incomodam, quer porque nos envergonham ou deixam embaraçados. Não nos queremos lembrar deles e, por isso, relegamo-los para o fundo do «armazém» do nosso inconsciente. Ali ficam, geralmente,
mal enterrados ou «recalcados» até que um dia, em ocasiões menos propícias, nos voltam a incomodar provocando um mal-estar muito grande. Nessa ocasião, não descobrimos porque nos sentimos mal. Arranjamos imensas justificações plausíveis ou, às vezes, inverosímeis e tentamos fugir do assunto como de uma sombra que Maluco2nos continuará a perseguir pela vida fora. Não damos conta ou mal sabemos que apagando apenas o foco luminoso, a sombra desaparece.

Para se descobrir este foco luminoso ou de «infecção invisível da alma», existe todo um trabalho que é realizado, geralmente, em psicoterapia de profundidade e que pode ser melhor e mais rapidamente efectuado se houver uma boa «disponibilidade» do paciente ou consulente. Esta disponibilidade pode ser criada e melhorada por cada um com a prática do relaxamento e com a anotação das recordações, memórias, sonhos, pesadelos, factos, actos e percepções pouco vulgares que vão surgindo ou são recordadas no dia-a-dia.

Já leu os comentários?arvore-2

Clique em BEM-VINDOS

Ver também o post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO
de cada livro editado em post individual.

Blogs relacionados:

TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS [http://livroseterapia.wordpress.com/]

PSICOLOGIA PARA TODOS (o antigo) [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui.

Anúncios

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: