PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

RESPOSTA 33

Tenho uma filha de 8 anos que é fruto de um casamento que acabou mal, devido aos maus tratos físicos e Bibliopsicológicos, de que fui vítima. Tenho graves problemas económicos o que me faz entrar em desespero com muita frequência, pois às vezes não tenho dinheiro para comer, nem para dar à minha filha, quando me pertence ficar com ela. O pai nunca pagou o que lhe pertencia (nunca deu nada) e a situação no tribunal continua parada ao longo dos anos. Sabendo que me descontrolo com facilidade, que tenho uma autoestima  muito fraca, ele continua a precionar-me, colocando-me em causa como pessoa e como mãe. A minha filha, frequentemente, agride-me física e psicologicamente,  reproduzindo os comentários do pai. Tanto é uma criança afetiva, que me dá mimos, como agressiva e me agride. Como devo reagir, sebando que para ela também é difícil ter vivido e viver ainda desta forma? Que livros seus me recomenda, pois tenho mario-70uma colega que os tem todos?
Anónima

Antes de tudo, peço desculpas por ter demorado tanto tempo para dar a resposta, porque nestes dias fiquei completamente absorto na finalização do livro sobre AUTOTERAPIA (P), que deve ser muito vantajoso para todos os casos e que me era exigido há muito pelos amigos e comentadores.

Contudo, não o posso publicar antes que existam bastantes inscrições para a sua aquisição.

Em relação à sua situação, tentando pensar bem e ficando bastante desagradado com a essência que deu origem ao comentário no post ENVOLVIMENTO FAMILIAR – 9 acima transcrito, vou tentar responder às suas dificuldades tanto quanto me é Joana-Bpossível sem mais informações.

Verifico, infelizmente, que não é situação única e que, como diziam os pais da Joana (D), num fim-de-ano do século passado no Hotel Golfinho, de Lagos, que a felicidade e harmonia que muitos casais aparentam, é mais superficial, artificial, enganadora e de chantagem do que verdadeira.
No caso que me está a apresentar, ler livros, tentar compreender os mecanismos do comportamento humano (F) e compreender bem aquilo que se pode depreender do reforço, em todas as suas facetas e modalidades, pode ser o mínimo indispensável.Acredita-B

Contudo, acho que o mais importante é conseguir equilibrar-se psicologicamente. Isto não se consegue só com a leitura de livros, mas só se pode atingir praticando porfiadamente alguns exercícios e mantendo alguns procedimentos de acordo com o que está estipulado no novo livro sobre AUTOTERAPIA (P).
Porém, posso dizer que não é fácil, embora o Antunes (B) tenha conseguido fazer tudo depois de me ter demonstrado que conseguia entrar em relaxamento, de ter lido muito e de ter tido comigo muitas horas de «conversa» sem serem consultas.

Consegui-BPor este motivo digo que grande parte da autoterapia pode ser realizada com a boa compreensão dos mecanismos subjacentes ao comportamento humano (F) (K), dada em sessões em conjunto, a muitas pessoas, acompanhadas duma prática que se pode manter também em conjunto (B/117…), conforme foi apresentado no post CORRIGENDA.
O que se pode aprender nessas reuniões foi francamente verbalizado pelos alunos do Hospital de Vila Franca de Xira há muitos anos.

Também posso confessar que nos últimos 35 anos tenho praticado o relaxamento todas as noites, gastando para isso a módica quantia de 3 minutos logo que me deito e me preparo para dormir. A longa prática já me ofereceu este luxo. Se, por acaso ficar acordado, trento entrar em inaginação orientada e reviver os melhores momentos da minha vida ou tentar Saude-Bresolver algum problema como qualquer pessoa pode ter.

Quanto à sua afilha, que pode estar a modelar-se no comportamento do pai, com quem também se pode identificar, é necessário utilizar as técnicas de modificação do comportamento que, no estado actual, não acredito que a senhora possa utilizar, sem «tratar» de si em primeiro lugar.
Quanto ao marido, não sei o que se passa, a não ser que seja um problema semelhante ao que aconteceu à menina mencionada no post SÍNDROME DE PERSEGUIÇÃO FILIAL.

Não sabendo nada mais sobre o seu caso, apenas posso dizer que a leitura pode ajudar, mas se não houver da sua parte uma acção directa sobre si própria, pouco ou nada deve mudar.

Por isso, mais uma vez, além de manter este blog que já conhecePsicologia-B, insisto nos encontros face a face, nem que sejam em conjunto, onde cada um pode expor as dificuldades que entender (hipoteticamente dos outros) e tentar obter soluções com a ajuda dos livros apresentados no blog TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS e com alguns procedimentos a realizar numa prática ou treino que  sempre se torna necessária.

Em relação aos problemas económicos, ao feitio do (ex-)marido, ao comportamento da filha que se pode ir degradando de dia para dia, e sem saber bem tudo o que se passa e a significação que dá à autoestima que, hoje em dia se utiliza em abundância, apenas posso recomendar como aconselhamento pessoal que:

▫ Consulte os muitos posts do blog que utilizou. Vá desvendando em cada um deles muito do que se passou com os outros e Maluco2que pode estar a passar consigo sem me ter explicado isso no seu comentário. Como me parece que pode utilizar a internet, não é dispendioso e dá uma visão actualizada de muitos problemas dos outros.
▫ Leia o livro da JOANA (D), já que tem uma amiga que lhe pode amprestar os livros. Compreenda bem a situação em que ela estaria se não se lhe tivesse «deitado a mão» em tempo oportuno, com a ajuda dos pais, para compreender bem a dinâmina familiar necessária para a «boa educação» da criança.
▫ O livro do Antunes (B) pode também dar noções incipientes da modificação do comportamento necessária e indicar o modo como ele conseguiu sair da depressão em que estava mergulhado e cuja origem não foi detectada, mas «aconteceu» vir a lume com o insucesso escolar da filha. Talvez deva ser o primeiro a ler e «praticar».
▫ A Cidália (C) também se desorientou num determinado momento, mas conseguiu reequilibrar-se quase por si própria.Psi-Bem-C
▫ Se ter os livros com as versões anteriores (L) da Germana e do Januário pode ter mais algum conforto porque demonstra o modo como a astúcia da Germana e a persistência do Januário conduziram a uma psicoterapia rápida e eficaz.

Oxalá que a sua filha não comece a ter problemas escolares, académicos ou comportamentais, por causa da situação que está a viver. Foi o que aconteceu com a filha do Antunes e poderia ter acontecido com a Joana se não se lhe tivesse modificado o comportamento em tempo oportuno.

No meio disto tudo, existem dificuldades e problemas que passam despercebidos e não são detectados no momento certo,para neuropsicologia-Bserem eliminadas ou reduzidos (I) quando, com boas noções de psicologia isso não seria muito difícil. Se a Joana, com 8 anos, aprendeu a utilizar as técnicas de modificação do comportamento (F), os mais velhos e «sabidos» não conseguirão utilizá-las? É experimentar e verificar. Também por isso, tentei apresentar um curso que pode ser feito à distância, desde que existam pessoas suficientes que o queiram seguir.

Depois destas linhas, não sei em que possa ser de maior utilidade a não ser ficando completamente do dispor para receber mais comentários, com dados mais concretos, depois de ler alguns livros que indiquei e que podem ser avaliados no blog respectivo.

Alguns deles, enquanto não forem publicados na versão actual, podem serConsegui-B consultados e adquiridos na versão antiga.

O importante é ler, compreender e actuar, não deixando para amanhã o que deve fazer hoje. Pode ser muito tarde e ocasionar muitos arrependimentos. Pode ser que consultando este post, talvez possa compreender melhor  aquilo que aqui expus.

E, a propósito, também necessito que me faça um favor.
Quando acabar de ler os livros, agradeço que responda a três perguntas que me são muito importantes para o futuro:Psicopata-B
a)       A linguagem é fácil ou complicada?
b)       A forma de expôr é aceitável ou confusa?
c)       A matéria dos livros é importante para as pessoas ou não interessa?

Resta-me agradecer-lhe a imensa ajuda que deu com aquilo que me obrigou a pensar e meditar acerca do seu caso.

Para si e para todos os amigos, um BOM ANO NOVO de 2014, muito melhor do que aquele que temos sido obrigados e passar, com as constantes «desgraças» que foram acontecendo.Depressão-B

Haja melhor educação com uma boa estruturação da personalidade que é uma componente de que não nos podemos esquecer para tornar o nosso ambiente melhor do que o dos nossos pais e avós.

Em divulgação…

Já leu os comentários?

Visite-nos no Facebook.

Clique em BEM-VINDOSarvore

Ver também o post LIVROS DISPONÍVEIS

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO de cada livro editado em post individual.

Blogs relacionados:

TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS [http://livroseterapia.wordpress.com/]

PSICOLOGIA PARA TODOS (o antigo) [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui.

Anúncios

Single Post Navigation

2 thoughts on “RESPOSTA 33

  1. Anónimo on said:

    Consultei este blogue pela primeira vez no primeiro dia do ano porque o comentário que lhe deu origem é bastante parecido com os meus problemas.
    Compreendi tudo muito mal porque estava apresentado de maneira desconforme.
    Por necessidade minha, voltei ontem ao mesmo e vi tudo diferente e mais perceptível.
    Em vez de ser com filha, tenho um problema semelhante com familiares e no serviço.
    Os meus filhos já são crescidos e não me dão problemas.
    Haverá alguma coisa que possa fazer porque aquilo que diz parece muito fácil.
    Na prática, é assim?
    Agradeço uma resposta, se possível.
    Anónimo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: