PSICOLOGIA PARA TODOS

BLOG QUE AJUDA A COMPREENDER A MENTE E OS COMPORTAMENTOS HUMANOS. CONSULTA-O E ESCREVE-NOS, FAZ AS PERGUNTAS E OS COMENTÁRIOS QUE QUISERES E COLABORA PARA MELHORAR ESTE BLOG. «ILUMINA» O TEU PRÓPRIO CAMINHO OU O MODO COMO FAZES AS COISAS…

AUTOTERAPIA 8

Comentário:
“Acabei de ler todos os postes sobre Autoterapia e Psicoterapia neste blogue e no anterior. Parece que existe uma Saude-Binsinuação de que a autoterapia é benéfica mesmo para as pessoas que não estejam a ter dificuldades psicológicas.
Pode explicar-nos porquê?
Agradeço uma resposta se possível.
Anónima

Srª Anónima,
Acabo de ler o seu comentário no momento em que abro o meu e-mail e como o acho bastante pertinente apesar de eu ter tentado explicar o melhor possível as vantagens da autoterapia para os que ainda não sofrem de dificuldades psicológicas, julgo que é melhor descansar um pouco sobre esta matéria, reler os posts anteriores aqui referidos, além dos relacionados com mario-70Imaginação Orientada e tentar dar uma resposta depois de eu tentar entrar também em Imaginação Orientada, como faço frequentemente.
Provavelmente, a resposta será dada num post intitulado AUTOTERAPIA 9 amanhã, ou mais tarde.

Face ao comentário acima transcrito, bem como à resposta ao mesmo, depois de dar um golpe de vista pelos posts “AUTOTERAPIA”, “PSICOTERAPIA” e “IMAGINAÇÃO ORIENTADA” e de entrar em relaxamento, vou tentar expor o meu ponto de vista.

O Autoterapia 2 apresenta a lista de procedimentos que o Joel (G) desejou que eu difundisse.

Os Autoterapia 3 e 7 e os Psicoterapia 1 e 4 mostram de que modo, um conjunto de medos começou a desvanecer, apesar da relutância do paciente em Psicopata-Befectuar alguns procedimentos e treino necessários para um bom resultado.

O Autoterapia 5 apresenta o modo como o Júlio (E) conseguiu resolver os seus problemas quase que «conversando» consigo próprio acerca da sua vida e das suas dificuldades, embora ajudado pelo psicoterapeuta à mesa dum café.

O Autoterapia 6 indica como os problemas ambientais afectam quase toda a nossa vida.

Os Psicoterapia 2 e 3 indicam como se pode orientar uma psicoterapia utilizando a Imaginação Orientada.

Os Psicoterapia 5 e 6 respondem a algumas dúvidas sobre a Imaginação Orientada e apresentam os procedimentos para a autoterapia.neuropsicologia-B

Os Imaginação Orientada 1 e 2 falam sobre este tipo de técnica utilizada com bastante sucesso.

Portanto, a necessidade de voltar a consultar pelo menos estes posts, não é pequena.

Dedicando-me agora um pouco à necessidade de utilizar a autoterapia como um meio profiláctico, preventivo e impulsionador de desempenho, posso dizer que o estou a experimentar em mim há dezenas de anos, depois de ter tido bastantes problemas fisiológicos e psicológicos. O resultado tem sido conseguir trabalhar todos os dias pelo menos 5 Imagina-Bhoras, com produtividade, durante 6 dias por semana. A satisfação que isso nos proporciona é o bem mais precioso. Se não utilizasse o Relaxamento Mental e a Imaginação Orientada não conseguiria essa produtividade nem conseguiria manter uma saúde física mais ou menos estável e saudável.

A AutoTerapia (P), que ao fim de um mês de treino se pode resumir a cerca de 3 minutos antes de dormir ou a 15 a 20 minutos conforme as circunstâncias de continuar ou não com a autoanálise e de manter afincadamente o diário de anotações, sem quaisquer despesas nem incómodos, não é de desprezar. Isso até me ajudou a fazer este post.

Mesmo que não tenhamos quaisquer dificuldades psicológicas, a nossa actuação pode ser melhorada se tivermos consciência Acredita-Bdaquilo que nos correu mal, porquê, como poderíamos ter evitado isso e como poderíamos ter catapultado o nosso comportamento para um resultado melhor do que o obtido. Embora fale apenas na satisfação espiritual, não quero excluir a material e a económica. Cada um irá vendo as vantagens que lhe são mais importantes e necessárias.

O Diário de Anotações serve para isso, a não ser que a pessoa se preocupe em lembrar-se de tudo. Com este esforço não se irá prejudicar em relação a outras lembranças que podem ser mais importantes? Esse diário , depois do hábito adquirido, pode não ser uma obrigação diária mas um exercício pontual e esporádico que ajuda a relembrar muita coisa que possa interessar num determinado momento. Quantas vezes, na investigação criminal, não se utilizam os Joana-B«diários» dos intervenientes para se desvendar «mistérios»?

Além disso, quando uma pessoa entrar em Relaxamento Mental, pode socorrer-se desse material para recordar os bons momentos e as dificuldades que, de outro modo, seriam relegados ao esquecimento dos quais fala Freud. Quantas vezes a Joana (D) não irá fazer isso para melhorar cada vez mais a sua vida e a dos seus ? Fechar os olhos e concentrar a atenção naquilo que se deseja é um método de «entrar no inconsciente» e descobrir coisas novas antigas e aquelas que desejaríamos que nos acontecessem. Também ajuda a analisar fria e objectivamente aquilo que correu mal connosco (J).

Também na Imaginação Orientada isso pode dar uma grande ajuda como aconteceu com o Júlio (E). Se não fosse isso, como teria ele a Maluco2lembrança de telefonar à mãe e dizer que estava com saudades da família?

Como poderia compreender que nunca tinha sido «abandonado» pelos pais e que, com grande sacrifício deles, tinha estado dos 10 aos 16 anos em Lisboa, bem alojado em casa do padrinho, para estudar aquilo que na sua terra, nos arredores de Coimbra, não era possível naquela época? Contudo, era um facto que acontecia com a maioria e que não afectava quase ninguém.

Como seria possível utilizar esse material na Imaginação Orientada (J) se não tivesse sido escrito?

Além disso, é importante saber de que modo os comportamentos se formam, modificam, desaparecem e, essencialmente, Psicologia-Bprejudicam, funcionando como traumatismos negativos (F) (L). Saber isso também nos ajuda a interagir com os outros conhecendo os mecanismos subjacentes (K). Podemos assim descobrir as «causas» para, com a sua alteração, modificar os «efeitos».

Fazendo uma comparação com a reeducação das crianças com dificuldades e a optimização dos que são «normalmente» dotados, as metodologias seguida são semelhantes mas os pontos de partida e de chegada são diferentes. Enquanto os primeiros podem passar de um rendimento de 30% para 40%, os outros, podem chegar mais facilmente de 50% para 70% (I), porque são mais bem dotados e capazes de aguentar mais esforço de recuperação ou superação.

Resumindo, a psicoterapia, incluindo aquela que é feita com uma forte colaboração do próprio (G) ou até a autoterapia (B) é um processo de Interacção-B30educação ou reeducação por excelência fortemente enveredado para os assuntos do foro psicológico e de interacção pessoal e social.   Lembrei-me agora de um exemplo muito simples e frequente.  Qual a razão para que muita gente, depois de obter a carta e de muitos anos de prática de condução se treinar na condução automóvel em terrenos difíceis, em condições adversas para um máximo de economia em combustível e material? Não será para tirar maior rendimento do seu potencial? Qual a razão de não fazermos o mesmo em psicologia para nos sentirmos cada vez melhor e numa óptima interacção com o meio ambiente? Afinal, nas duas situações, como até na reeducação, estamos a desfrutar o máximo do nosso potencial!

Porém, quando não existe a colaboração do próprio, torna-se tudo lento e pouco produtivo (M).                                                                                           Difíceis-B

Já leu os comentários?

Visite-nos no Facebook.

Clique em BEM-VINDOS

Ver também o post LIVROS DISPONÍVEISarvore

É aconselhável consultar o ÍNDICE REMISSIVO de cada livro editado em post individual.

Blogs relacionados:

TERAPIA ATRAVÉS DE LIVROS [http://livroseterapia.wordpress.com/]

PSICOLOGIA PARA TODOS (o antigo) [http://psicologiaparaque.blogspot.pt/]

Para tirar o máximo proveito deste blog, consulte primeiro o post inicial “História do nosso Blog, sempre actualizada”, de Novembro de 2009 e escolha o assunto que mais lhe interessa. Depois, leia o post escolhido com todos os comentários que são feitos. Pode ser que descubra também algum assunto acerca do qual nunca tivesse pensado.

Para saber mais sobre este blog, clique aqui

Anúncios

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: